30 de jul de 2007

Virtude da não-palavra

É inestimável o valor daquilo que se pode dizer sem falar palavra alguma.

É incrível a balbúrdia que se pode fazer quando se tenta transformar em palavras aquilo que é indizível.

É encantadora a poesia que se faz em silêncio.


Agora cale a boca.

Marcadores: ,

2 Comments:

Blogger Van said...

Que delícia de blog! Tudo por aqui é um deleite. Adorei!
Parabéns!
Beijuca

7/30/2007 08:24:00 PM  
Blogger Daniel Duende said...

Bom... que bom que gostou, Van.

Volte sempre, então. :)

Abraços do Verde.

7/30/2007 08:39:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home