25 de jul de 2007

Traduzindo o Harry antes que a Lia Wyler estrague o texto...

A Paula Góes contou no blogue da Liga dos Blogues sobre Tradução, ecoando matéria da Sandra Carvalho em seu blogue no site da Info, que "um grupo de mais de 400 adolescentes brasileiros, em multirão, acabaram a tradução de Harry Potter and the Deathly Hallows do inglês para o português da noite para o dia - apenas 4 dias após o lançamento mundial da edição oficial.".

Espero pelo relato da Luana Selva a respeito da qualidade desta tradução. De qualquer forma, se mesmo apesar dos eventuais deslizes de amadores o texto traduzido pela galera fugir dos infantilismos de tradutora "profissional" de Lia Wyler, já é um GRANDE passo.

O ponto mais importante dessa história toda é a enorme "barriga" marcada pela indústria editorial, que assim como as indústrias fonográfica e cinematográfica parece AINDA não ter entendido o que está acontecendo no mundo à sua volta. Nestes tempos de internet e organização em rede, não adianta tentar "segurar" nenhum conteúdo. Tudo que interessa acaba caindo na rede e sendo apropriado pelos "comuns". Se a big media vacila, a gentesfera já está na área e faz o gol.

Um brinde à tradução colaborativa e à mobilização em rede!

Marcadores: , , , , , ,

2 Comments:

Blogger paulissima said...

Achei interessnate a "fominhagem" dessa galera. Mas cá para nós, Daniel, uma tradução a 400 mãos (e 500 estilos de escrita diferentes), feita as pressas, sem que o tradutor da pagina 395 tenha lido aquela dica que a autora deu na página 63...Será que presta, e pode mesmo ser chamada de decente?

Paula

PS: Gostei do gentesfera, :)

7/25/2007 05:43:00 AM  
Blogger Daniel Duende said...

Olá Paulinha,

acho muito relevante a sua pergunta. Não acredito mesmo que o trabalho tenha altos padrôes de qualidade e homogeneidade de tradução, mas isso pode depender um pouco da capacidade de quem "coordenou" o trampo, e também da eventual revisão do texto.

De qualquer forma, achei a notícia muito relevante como uma amostra do poder de mobilização da blogosfera (e da gentesfera) brasileira, e da "barriga" que a big media está dando, para variar. :)

Acredito que um trabalho como este, feito colaborativamente a "menos mãos", com uma boa coordenação e revisão, poderia sim alcançar uma qualidade bastante elevada.

Outro ponto que acho relevante é a possibilidade de se ter uma "alternativa" de tradução, algo que por vezes nos falta por aqui.

Abraços do Verde.

7/25/2007 05:49:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home