8 de set de 2008

Flores entre as pedras.

Como pode a poesia viver entre tantas pedras?
Como pode até mesmo a vida não sufocar
em meio às ruas planejadas para a aprisionar?

Não sei. Mas ainda há vida por aqui...

Marcadores: , , ,

2 Comments:

Anonymous Pata said...

Existem poesias que nascem nas pedras, é uma espécie nova, recém-descoberta.

9/16/2008 06:09:00 PM  
Blogger Daniel Duende said...

É verdade...

9/16/2008 06:24:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home