17 de jun de 2008

um fragmento solto...

"...Armando chegou em casa, jogou as chaves do carro e a carteira sobre a mesa bagunçada, e entrou rápido em seu quarto. Ouviu o silêncio e olhou para o teto. Ficou um, dois, vários segundos assim, deleitado com o silêncio e com o vazio. Não era o barulho dos outros, mas sim o barulho que os outros faziam em sua cabeça, que o enlouquecia o dia inteiro. Armando nunca ouvia música em casa nem recebia visitas. Seu maior prazer era a privação momentânea de qualquer contato humano. Não eram prazeres tão estranhos assim. Todos precisam de um pouco de solidão..."

(o fragmento é antigo, mas hoje o reencontrei por acaso e resolvi publicar)

Marcadores: , ,

5 Comments:

Blogger Perversus_Contos de Y.Y said...

As x a solidáo é necessária.mas pq solidão geralmente nos deixa triste.
legal teu espaço.

6/30/2008 10:19:00 AM  
Blogger Samara said...

gostei daqui !
gostei tbm do fragmento!
a um tempo atras vc comentou no meu outro blog quando eu escrevi sobre o caso da Isabela Nardoni, mas fiz outro blog, um pouco mais "adulto" digamos assim e gostaria que vc visitasse!
nele estou escrevendo artigos de opinião, td o que me intereça !
te mais
bejOo

7/04/2008 08:37:00 PM  
Blogger Mergulhe said...

O ruim é quando a solidão começa a se atormentar!
O que a gente faz Duendi?
Minha resposta pra todas as perguntas é simples : Bebe!!!

7/12/2008 05:53:00 PM  
Blogger Patr�cia said...

Armando precisa de alguém que o leve para tomar um bom café irlandês.
;)

7/23/2008 02:33:00 PM  
Blogger Daniel Duende said...

É sempre uma boa idéia, Patinha meu bem =*

7/23/2008 06:48:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home