7 de ago de 2007

Antiguidade rebuscana.

Estava me lembrando agora mesmo, enquanto escrevia um pedaço de prosa sem graça, das Crônicas da Rebuscânia de Daniel Pádua. Que fim terão levado estes velhos escritos caóticos? Será que algum dia veremos mais alguma crônica rebuscana sob este sol?

Apenas os monges constipados da Rebuscânia sabem por onde elas andam, e eles levam o segredo consigo para todos os lugares quando explodem...


UPDATE:
Para quem se interessou pelos fragmentos das crônicas rebuscanas, acabei de (re)encontrar esta velha comunidade no Orkut onde alguns rebuscanos se reuniam. Há algumas raras palavras e nonsenses rebuscanos por lá.

- o -

"Finesiano Finn era um luso-irlandês típico. Todo dia sentava-se na sacada de sua humilde pocilga para coçar as axilas e contar histórias. As crianças o adoravam, mesmo quando ele tentava mordê-las.

Era um bom velhinho o Finesiano. No ano passado as complicações hemorroidárias o levaram para perto dos seus, no paraíso de Oisin. Conta-se que seu fiel cachorro Cheira Cu até hoje deita-se na sacada e tenta morder as crianças..."



" Eram três da tarde quando o
vento uivou na janela...
Com seus antebraços franzinos, Zuleica
abriu o armário. Aquele fim de
tarde enferrujado e árido.
Lá dentro havia um pote diferente,
com um rótulo intrigante: "dente".
Zuleica abriu o pote.
Tinha um dente lá dentro."
(A Saga de Zoráide - parte I)



"a outonância de junho
O outono é uma das épocas mais belas
da Rebuscânia, com seus galhos retorcidos
e folhas secas... uma morbidez singela
que me faz sorrir.

:-D

FIM"

Marcadores: , ,

2 Comments:

Blogger Feiticeira said...

Tomara que os Monges constipados da Rebuscânia, possam me responder onde rebuscar mais do que andaste escrevendo por aí.

8/08/2007 04:42:00 PM  
Blogger Daniel Duende said...

Olá Feiticeira,

achei alguns fragmentos. Mas o bojo-pandú da obra está em um velho blogue que saiu do ar, mas não está perdido. tão logo o Daniel Padua se sensibilizar com a minha causa saudosa, ele pode nos ajudar. Ele era o dono do blogue, e o tem guardado em sua máquina...


abraços do verde.

8/17/2007 01:40:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home